Ir para o conteúdo

Prefeitura de Dracena / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Dracena / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
16
16 MAI 2022
AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO
AGRICULTURA ALERTA PRODUTORES QUANTO AS VACINAS DA FEBRE AFTOSA E BRUCELOSE
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO

Atenção produtores às campanhas de vacinação contra a febre aftosa e brucelose no estado de São Paulo. A campanha da febre aftosa teve início no dia 1º de maio. Para esta etapa, o calendário foi alterado. Deverão ser vacinados todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) com até 24 meses de idade. 

A inversão do calendário foi estabelecida pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) através de ofício-circular encaminhado aos órgãos executores de sanidade agropecuária nos estados que compõem o Bloco IV do Plano Estratégico do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa o qual o estado de São Paulo está incluído. 

O objetivo da inversão é garantir a oferta oportuna de vacina contra a febre aftosa nas etapas de vacinação do presente ano. O Departamento de Saúde Animal (DSA), com apoio do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Saúde Animal (Sindan), tem envidado esforços para equacionar a demanda de vacina com o cronograma de produção da indústria.  

Nesta etapa da campanha serão vacinados aproximadamente 5 milhões de bovídeos. O rebanho total do estado é de 10,8 milhões de cabeças. A vacinação de outros animais é proibida. O prazo para imunização do rebanho se encerra no dia 31 de maio e o produtor rural tem até o dia 7 de junho para declarar a vacinação. 

A declaração da vacinação deve ser realizada, de preferência, por meio eletrônico, através do sistema informatizado Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), em www.gedave.sp.gov.br. Quando não for possível, o produtor poderá acessar a declaração na internet (https://www.defesa.agricultura.sp.gov.br/www/programas/getdocdoc.php?idform=338) preencher e encaminhá-la por e-mail ou entrega-la pessoalmente na Unidade de Defesa Agropecuária mais próxima (https://www.defesa.agricultura.sp.gov.br/enderecos/).  



CAMPANHA BRUCELOSE

A vacinação contra Brucelose está em andamento no Estado de São Paulo e os produtores rurais têm até o próximo dia 31 de maio para vacinar todas as fêmeas bovinas e bubalinas com idade entre 3 e 8 meses. A declaração da vacina tem prazo de encerramento em 7 de junho no sistema de Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

A Brucelose bovina é uma doença que se caracteriza por afecções endêmicas como abortamento no terço final de gestação e é uma doença de notificação obrigatória ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e também para a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE). Sua incidência causa prejuízos econômicos e depreciação do valor social da propriedade foco da doença devido à diminuição da produção de carne e leite, do aumento do intervalo entre partos e da queda da taxa de natalidade da espécie.

A vacinação obrigatória contra a Brucelose é administrada em uma única dose nas fêmeas e não precisa ser ministrada novamente no decorrer da vida útil do animal. Aos machos, por sua vez, não é permitida a vacinação.

O calendário estabelecido no Estado pela Secretaria visa facilitar a organização do produtor rural. O prazo final para declarar as vacinações, tanto da brucelose como da febre aftosa, é o dia 7 de junho. O prazo para apresentar o certificado de vacinação nos laticínios e outros estabelecimentos de processamento de leite encerra-se na mesma data.

Para manter e preservar o rebanho, a Defesa Agropecuária tem foco na obrigatoriedade da vacinação de bovinos com a vacina B19 ou RB51; no abate sanitário ou eutanásia de animais positivados com a doença e na apresentação de atestado negativo durante o transporte de animais destinados à reprodução ou ainda, para participação em feiras e exposições.
A Prefeitura de Dracena apoia a realização das duas campanhas. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Agricultura, localizada à Rua Brasil 978, Centro, junto ao prédio da CATI - regional. 

Autor: DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia