Ir para o conteúdo

Prefeitura de Dracena / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Dracena / SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
23
23 NOV 2021
MEIO AMBIENTE E LIMPEZA PÚBLICA
VIGILÂNCIA ALERTA PARA PERÍODO DE MAIOR INCIDÊNCIA DE ESCORPIÕES
PROCESSANDO ÁUDIO
O controle de escorpiões é uma luta conjunta da população e do poder público
A Vigilância Epidemiológica do município de Dracena alerta para o período que começa a crescer os casos de notificações de escorpiões, devido a chegada do verão. Todos os anos o aparecimento desses animais peçonhentos aumenta nesta época do ano.
Na região de Dracena, a predominância é do escorpião da espécie é T. serrulatus, mais conhecido escorpião amarelo. Segundo o Manual de Controle de Escorpiões do Ministério da Saúde, essa espécie reproduz-se por partenogênese. Assim, só existem fêmeas e todo indivíduo adulto pode parir sem a necessidade de acasalamento. Este fenômeno facilita sua dispersão; por causa da adaptação a qualquer ambiente, uma vez transportado de um local a outro (introdução passiva), instala-se e prolifera com muita rapidez.
A VE informa as notificações apresentadas ao órgão neste ano e explica que os casos são tanto de pessoas que foram picadas quanto de moradores que encontraram o animal em suas casas. Em janeiro foram 22 notificações; fevereiro 23; março 11; abril 19; maio 23; junho 13; julho 14; agosto 14; setembro 23 e outubro 14.  
 
PERGUNTAS FREQUENTES
Existe veneno para matar escorpião?
Não. Conforme informa o Manual de Controle de Escorpiões do Ministério da Saúde, o que torna os escorpiões resistentes aos venenos é o fato de possuírem o hábito de permanecer em longos períodos em abrigos naturais ou artificiais que impedem que o inseticida entre em contato com o escorpião. Além disso, possuem capacidade de permanecer com seus estigmas pulmonares fechados por um longo período.
Por onde os escorpiões chegam na minha casa?
Os escorpiões procuram alimento durante a noite, sendo as baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados, as principais fontes de alimento do escorpião. Dessa forma, o escorpião pode entrar nas residências através de tubulações para fiação e encanamentos de esgoto, frestas de paredes, portas e janelas. Além disso, podem esconder-se da claridade do dia em lugares escuros e escondidos como dentro de calçados, armários, gavetas, panos e toalhas em áreas de serviço e banheiros.
A criação de galinhas ajuda no combate aos escorpiões?
Não, galinhas não são eficazes agentes controladores de escorpiões. Apesar de as galinhas serem predadoras naturais dos escorpiões, as mesmas possuem hábitos diurnos e os escorpiões hábitos noturnos. Portanto, a melhor forma de combate é a eliminação de materiais que possam servir de abrigo para os escorpiões.
Qual o papel da Vigilância Epidemiológica?
Em caso de notificação, cabe a Vigilância Epidemiológica visitar o local da notificação e seus arredores e promover o registro, a captura, a apreensão e a eliminação dos animais encontrados no local. Sobretudo, a supervisão, acompanhamento e orientação da população quanto aos riscos e cuidados a serem tomados.
Como proceder em caso de acidente?            
As medidas devem ser adotadas de imediato e o tratamento instituído o mais rápido possível após o acidente.
  • Limpar o local com água e sabão;
  • Procurar orientação médica imediata e mais próxima do local da ocorrência do acidente (UBS, posto de saúde, hospital de referência).
  • Se for possível, capturar o animal e levá-lo ao serviço de saúde pois a identificação do escorpião causador do acidente pode auxiliar o diagnóstico.
O que fazer para controlar a ocorrência de escorpiões?
As medidas de controle e manejo populacional de escorpiões baseiam-se na retirada/coleta dos escorpiões e modificação das condições do ambiente a fim de torná-lo desfavorável à ocorrência, permanência e proliferação destes animais.
Na área externa do domicílio
  • Manter limpos quintais e jardins, não acumular folhas secas e lixo domiciliar;
  • Acondicionar lixo domiciliar em sacos plásticos ou outros recipientes apropriados e fechados, e entregá-los para o serviço de coleta. Não jogar lixo em terrenos baldios;
  • Limpar terrenos baldios situados a cerca de dois metros (aceiro) das redondezas dos imóveis;
  • Eliminar fontes de alimento para os escorpiões: baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados;
  • Evitar a formação de ambientes favoráveis ao abrigo de escorpiões, como obras de construção civil e terraplenagens que possam deixar entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc;
  • Remover periodicamente materiais de construção e lenha armazenados, evitando o acúmulo exagerado;
  • Evitar queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões;
  • Remover folhagens, arbustos e trepadeiras junto às paredes externas e muros;
  • Manter fossas sépticas bem vedadas, para evitar a passagem de baratas e escorpiões;
  • Rebocar paredes externas e muros para que não apresentem vãos ou frestas.
Na área interna
  • Rebocar paredes para que não apresentem vãos ou frestas;
  • Vedar soleiras de portas com rolos de areia ou rodos de borracha;
  • Reparar rodapés soltos e colocar telas nas janelas;
  • Telar as aberturas dos ralos, pias ou tanques;
  • Telar aberturas de ventilação de porões e manter assoalhos calafetados;
  •  
CUIDADOS PRÁTICOS
Tampar ralos externos e internos; verificar toalhas de banho, cobertores, lençóis, tapetes, calçados, mochilas de material escolar, berços e colchões.

 
Autor: DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO
Seta
Versão do Sistema: 3.1.6 - 03/11/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia